FRASES ®DOUG BLOG 👆 Toque na Frase Acima e Acesse — [“Para o desesperado, a partida não parece menos impossível do que o retorno!”] — (Thomas Mann)

quarta-feira, 1 de dezembro de 2021

“O Futuro é Um Passado Sem Uso!”

 

   Retornando das minhas merecidas férias, digo que o corpo está descansado, mas, a cabeça continua pesada, por conta de mais uma variante da “COVID-19 - Ômicron”, este vírus impiedoso que virou o Mundo “de cabeça para baixo”.
    Porém, ficar sempre pensativo, preocupado, ensimesmado (“com a mão escorando o queixo”), questionando todas as mazelas da vida, pouca coisa resolverá, pois, não existem motivos plausíveis para o acontecimento das coisas boas ou ruins, elas simplesmente acontecem.
    Algumas pessoas se ressentem tanto do passado (dos tempos sem o vírus), onde “éramos felizes e não sabíamos”, como se as lembranças de “ontem” fossem um fardo. Dizem que é preciso viver um dia de cada vez, porém, tropeçamos no imediatismo de um futuro, que hoje, com esta pandemia sem fim, deixa tudo muito incerto.  
   A incoerência hoje é o resultado final de todos os atos errados dos seres humanos (principalmente contra o meio ambiente), pois, a natureza não se vinga de nós, ela apenas se defende. Assim sendo, as únicas certezas que temos de um futuro melhor, são as incertezas. Creio que esta minha frase, representa bem a dimensão do que estou tentando dizer:

“O que é o futuro, senão um passado sem uso?” 

    Tanto os momentos  bons, quanto os momentos ruins, se desfazem em seu tempo... Pode até ser um clichê dizer isso, mas, tudo passa. Assim sendo, eu cheguei a conclusão, que não somos glutões devoradores de todos os sabores da culinária mundial, na realidade, somos “prisioneiros consensuais” dos paladares existentes em nosso passado, nas comidas das nossas mães, dos bolos, doces e compotas feitos pelas vovós. Ou seja, somos seres mais que sociais... Somos seres que necessitam do “colo da família”, mas, até isso à “COVID” nos cerceou e até mesmo, separou prematuramente para sempre. 
   Eu sei que a vida de um modo geral não tem sido balões coloridos enfeitando o Céu. Porém, um cego de nascença deixa de ser feliz por desconhecer qualquer cor que seja? Podemos e devemos, mesmo diante do caos, tentar manter o equilíbrio, até porque, desesperar adiantaria?
   De modo metafórico, neste atual momento ainda pandêmico e com as intolerâncias pessoais de sempre, somos “Daltônicos que almejam distinguir as cores do arco-íris”... Somos “elefantes perdidos dentro de uma loja de cristais”... Somos “portas só com trincos e sem maçanetas”.
    Sentir saudades não é um problema, faz parte do nosso histórico de vida, está praticamente entranhado em nosso “DNA”. Não temos e nem precisamos nos libertar daquilo que vivemos, precisamos sim, saber separar o “trigo do joio”, pois, se existem lembranças malfazejas daquilo que ficou para trás, eternizemos em nossos pensamentos, somente aquilo que foi bom e que também já passou, pois, não importa em qual lugar da fila você esteja, o que realmente importa, é aquilo que irá resolver quando sua vez chegar, porque, apesar de sermos todos muito parecidos, cada um precisará solucionar os dilemas existentes de modo individual, seja no presente, no passado e até mesmo no futuro, porém, não se apresse em saber o que acontecerá mais à frente, até porque, previsões das “bolas de cristal, das 78 cartas dos Arcanos do Tarot, dos esotéricos, do zodíaco”, etc... - são meramente suposições e crendices, que servem bem para os supersticiosos, mas, que pouca coisa acresce, para quem coloca à razão como objetivo de solucionar os dilemas da vida.
    Nossa batalha contemporânea não é épica, não será vencida pela honra, nas “lâminas das espadas”. Esta batalha pandêmica, será vencida com “agulhadas”, máscaras, álcool 70°, distanciamento social e paciência... Muita paciência!




terça-feira, 2 de novembro de 2021

“Ditados Populares — Parte 8”

   Meus amigos e amigas do ®DOUG BLOG, vamos que vamos”, nesta longa jornada virótica de vida, agora já com à motivação da abertura para às interações sociais, que aceleram em todos os cantos do Mundo (sinais da vacinação em massa, que avança), mesmo assim, “o vírus não está dando sopa”, pois, ultrapassamos cinco milhões de óbitos para à “COVID”, nestes quase três anos de pandemia. Porém, “não podemos parar de remar”, seguiremos em frente, sem perder a fé em dias melhores.
   Assim sendo, trago hoje mais 20 ditados populares, quais possuem o sentido de desanuviar a mente de todos nós, já exauridos desta peleja que começou na cidade chinesa de “Wuhan”, em (dezembro de 2019) e que ainda paira no ar, ficando à espreita, tentando nos pegar.
  “Vida longa à rainha!” - Aproveitando que os brasileiros “totalmente vacinados da COVID, saíram da lista vermelha do Reino Unido”, vou passar uns dias na companhia dos meus sogros na “Inglaterra”. Mas, sempre que possível, estarei respondendo os comentários aqui deixados.

141- Por falar em “China”, a expressão: “Negócio da China”, nunca fez tanto sentido, nestes tempos pandêmicos. Porém, a realidade deste dito, vem da época das expedições do mercador veneziano “Marco Polo” (5 de setembro de 1254 - 8 de janeiro de 1324), quando rumava ao “Oriente Médio”, no (século XIII). A partir dos relatos do mercador, a “China” passou a atrair a atenção de outros comerciantes, fruto de sua exuberância e de sua natureza exótica para a época. Em inglês, há a expressão: “Chinese deal”, é literalmente igual à nossa versão.

142-  A expressão: “Fim da picada”, nada tem a ver com o desinteresse dos pernilongos e muriçocas, no ato de deixar de picar as pessoas. Na realidade, “Fim da picada”, refere-se ao desmatamento ilegal de florestas de mata nativa, ato tão comum no “Brasil”. Ou seja, é o fim de onde a floresta foi desmatada, onde agora só existem os tocos das árvores em um grande descampado, um triste “final da picada”. Mas, esta expressão, pode ser também, uma trilha aberta por quem ingressa mata adentro, geralmente utilizando um facão, para facilitar a passagem e marcar o caminho de regresso, pois, caso uma pessoa desapareça, fica mais fácil encontrá-la, seguindo à picada aberta.

143- “Em rio que tem piranha, jacaré nada de costas”. Este ditado popular, significa que quando há perigo, os cuidados devem ser redobrados. E a metáfora utilizando o jacaré, é por seu dorso ser muito rijo, defendendo-o de dentadas de predadores... No caso deste provérbio, as piranhas, que são peixes carnívoros.

144- “Matar cachorro a grito”. Este ditado popular poderia fazer referência aos cães que escutam sons inaudíveis para nós humanos, tanto de baixa, quanto de alta frequência, pois, a faixa de audição sonora destes animais, é tal, que seria possível até mesmo chegar a matar, devido ao som estridente. O desespero de cães em uma situação assim, poderá levar estes animais no ato de se chocar contra uma parede, até desfalecer ou morrer, algo terrível de se imaginar. Mas, na realidade este ditado popular (no sentido coloquial), significa que quando o negócio está feio, seja por falta de recursos financeiros ou outras dificuldades, se alguém está no aperto, é melhor buscar uma solução imediata. 

145- Agora, para os felinos não ficarem com ciúmes dos cães, trago esta expressão popular: “Tinha meia dúzia de gatos pingados” - que geralmente é utilizada para designar uma pequena quantidade de pessoas em festas, reuniões, ou eventos sociais, por exemplo. Recentemente devido à “COVID”, festas até mesmo com pequena quantidade de gente, estavam sendo um luxo.

146- “Mudar da água para o vinho”. Esta é uma parábola bíblica, que faz referência às “Bodas de Caná da Galileia” e, ao primeiro milagre de “Jesus”, relatado com exclusividade no (“Evangelho de João - 2:1-11”). “Durante um casamento, Maria procura seu filho, estando preocupada, diz ao filho, que o vinho havia acabado. Jesus, então, pede aos servos que preencham os vasos com água. Ao provar o líquido, o mestre de cerimônias se depara com o melhor dos vinhos”. Uma mudança radical para melhor, como sugere este relato bíblico.

147- Devota de “São Bento”, a “Rainha Consorte do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves - Carlota Joaquina Teresa Cayetana ou Carlota Joaquina de Bourbon” (25 de abril de 1775 - 7 de janeiro de 1830), sempre dizia: “Não adianta gritar por São Bento, depois que a cobra mordeu”. Este proverbio português, nos revela, que não adianta reclamar das coisas, depois do fato consumado. Ou seja: não devemos perder tempo à toa e reclamar do resultado inesperado depois.

148- Diferente do ditado anterior: “Dois palitos”, é uma expressão que define quando algo será resolvido rapidamente, com presteza. É quando alguém afirma que consegue ser ligeiro na solução das coisas. O mesmo que “7 & 8”, na linguagem dos dançarinos. Ou seja, “Dois palitos”, significa: “É pra já”.

149-  “O filho chora e a mãe não escuta”. Esta é uma expressão que indica o caos social propriamente dito, nada tendo a ver, com uma mãe desnaturada que abandona o seu filho chorando. Este ditado representa uma forte referência ao desleixo dos governantes, ao descaso social com o povo (como ainda acontece no “Brasil”, nesta pandemia), onde só os “filhos da pátria” sofrem, enquanto alguns “políticos fdp”, seguem sem nada fazer.

150- “O my god!” (“Oh meu Deus!”), é uma expressão que na tradução do inglês, no primeiro momento, relata espanto, mas, que no modo coloquial brasileiro, foi adaptada para: “Ai, meu Deus do Céu!” - significando entre outras coisas, grande insatisfação ou desconforto, sobre certas atitudes das pessoas.

151-  “Olhos de lince”, é uma expressão que utilizada para descrever alguém que possui uma visão acima da média, pois, os felinos (principalmente os linces), enxergam tudo com nitidez até no período noturno. Assim sendo, a expressão “Olhos de lince”, pode ser considerada um elogio à capacidade visual de uma pessoa.

152- “Pagar o pato”, significa no conceito popular, pagar por algo que não se fez. É uma expressão encontrada na obra italiana: “Facetiae” (1470). O texto conta a história de um camponês que vendia patos e certa vez, uma mulher queria comprar alguns destes animais, para fazer um grande jantar de “Thanksgiving Day”¹, para sua família, porém, sem ter recursos financeiros, perguntou ao camponês, se poderia “Pagar o pato”, por intermédio de encontros furtivos. Um dia, ambos foram surpreendidos pelo marido (quase traído), pois, o coito entre mulher e o camponês não chegou a ser consumado. Assim, sem concordar com o trato estabelecido pelas partes, o marido ficou com os animais (pagando por eles em dinheiro), porém, encerrou tal questão, se separando da esposa, por não confiar mais nela e assim, a mulher “pagou o pato”, por sua conduta indigna.

153- O polímata estadunidense, “Benjamin Franklin” (17 de janeiro de 1706 - 17 de abril de 1790), proferiu a seguinte frase: “Quem dorme com cachorros acorda com pulgas!” - e o significado desta frase é o seguinte: cuidado ao se envolver com certas pessoas, que tentam influenciar suas atitudes, com as atitudes erradas delas, pois, isso fará quem se deixar influenciar, acabar igual ou pior que elas.

154- A ameaça feita de “Rodar a baiana”, remete-nos ao ato de alguém dar um escândalo em local público. Tal frase (que se transformou em ditado popular), tem origem nos blocos de “Carnaval do Rio de Janeiro”, no início do século XX, pois, alguns malandros aproveitavam a folia para beliscar as nádegas das moças que desfilavam de saias rodadas, assim, capoeiristas passaram a se fantasiar de baianas, no intuito de proteger as damas. Então, quando algum engraçadinho tentava o desfrute, com quem pensava ser uma mulher, levava um golpe de capoeira do rapaz fantasiado de baiana. Quem estava de fora só via “a baiana rodar” e depois, o começo de uma grande briga. Ou seja, “Rodar a baiana”, é promover uma baita confusão, ou armar um escândalo, no sentido de tomar satisfação com alguém, tirando a limpo tal situação.

155- “Salvo pelo gongo”. Esta expressão possui origem nas lutas de boxe, onde um pugilista, estando prestes a perder o combate, esteja ele cambaleante ou quase nocauteado, ao escutar o soar do gongo, é salvo ao fim do round, antes de “beijar a lona”. Outra explicação (esta bizarra), faz referência a uma antiga e tola invenção, chamada: “caixão seguro”, onde, com medo de serem enterradas vivas, pessoas que sofriam de “epilepsia”, encomendavam caixões com uma corda ligada a um sino (que ficava fora da sepultura), pois assim, seria possível avisar alguém, caso elas acordassem de uma perda de consciência (e não óbito), estando sepultadas. Mas a pergunta é a seguinte: estas pessoas não acabariam morrendo sem ar dentro do caixão, antes da ajuda de quem escutou a sineta chegar?

156- “Se os sonhos fossem cavalos, os mendigos seriam todos cavaleiros”. Este proverbio judaico, nos remete a outro ditado muito utilizado: “Se ferradura trouxesse sorte, burro não puxava carroça”, que traça o paralelo entre os menos favorecidos financeiramente (do ditado inglês), com o ato de ter sorte (do ditado judaico). Aliás, este ditado, está relacionada as tradições hebraicas, quais relatam que no judaísmo, é considerado maior mal, criar crianças num lar sem amor. Assim O “Talmud” (coletânea de livros sagrados dos judeus), nos revelam que, na data do aniversário judaico de uma criança (“Mazal Tov”), que significa literalmente “Boa Sorte”, em hebraico, deva ser um dia celebrado com entusiasmo, para que a sorte da criança não fuja à galopes.

157- “Segurar vela”. Esta é uma expressão que existe desde a época em que as velas eram as únicas fontes de iluminação das casas, principalmente na Idade Média, quando ainda não existiam nem lâmpadas a óleo, assim, as pessoas menos experientes seguravam uma vela para que os mais experientes pudessem executar qualquer tipo de trabalho braçal, no período noturno. Na “França”, a expressão “tenir la chandelle”, se refere a criados que eram obrigados a segurar candeeiros, enquanto seus patrões mantinham relações sexuais, porém, o serviçal deveria ficar de costas, para manter a privacidade, ato que acabou adaptado para os tempos modernos, quando alguém está entre um casal de namorados, “segurando vela”.

158- Aqui temos um dilema neste ditado popular: Os pessimistas dizem: “Quanto mais alto, maior o tombo!” (e por isso desistem de subir). Os otimistas dizem: “Quanto mais alto, melhor a visão!” (e por isso continuam subindo). Ou seja, é preciso ser humilde na vitória, pois, o lugar mais alto do podium, também pode ser o lugar onde a queda é maior. Resumindo: quem ganha a medalha de ouro olímpica, por exemplo, fica feliz, quem ganha a medalha de bronze, fica igualmente feliz, mas, quem ganha a medalha de prata (se sente tombando do podium), pois, na realidade, não venceu a medalha de prata e sim, perdeu a medalha de ouro.

159- “Terminar em pizza” ou “Acabar em pizza”, são termos oriundos do futebol. Na década de (1960), alguns dirigentes do “Palmeiras”, já estavam há 14 horas reunidos discutindo assuntos do clube paulista, aí, bateu uma baita fome em todos, a solução foi terminar tal reunião em uma cantina italiana (onde, diga-se de passagem, nada se resolveu), mesmo depois de muita massa, molho, pepperoni e mussarela. Assim, “Terminar em pizza” - foi uma frase publicada na Manchete do jornal “Gazeta Esportiva”, pelo jornalista “Milton Primo Pierini Peiruzzo” (5 de novembro de 1913 - 21 de fevereiro de 2001), que acompanhava o imbróglio da reunião, registrando tudo: “Crise do Palmeiras termina em pizza!” - ou seja: não deu em nada. Esta expressão voltou a ganhar força na época do Impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello” (12 de agosto de 1949), quando em (1992), no processo de retirada do governo por este método (qual ainda era novidade para a maior parte da população), pois, o termo pronunciado inglês nada facilitava o entendimento, tendo assim, o “Impeachment de Collor, terminando em pizza”, pois, ele renunciou ao cargo em (29 de dezembro de 1992), deixando à presidência para seu vice: “Itamar Augusto Cautiero Franco” (28 de junho de 1930 - 2 de julho de 2011), antes que tal fato acontecesse. Por isso, até hoje, o termo segue muito associado também, a escândalos políticos. Assim sendo, “Terminar em pizza” ou “Acabar em pizza”, denota que algo errado deva acabar sem nenhum efeito positivo ou punição. 

160- Para finalizar, já que estou indo para a Terra da Rainha, a expressão: “Só para inglês ver”, refere-se a algo sem validade e só aparência. A origem mais plausível deste ditado, vem ainda do tempo do império, onde as autoridades brasileiras diziam que tomavam providências para combater o tráfico de escravos africanos, fingindo ceder às pressões da coroa inglesa, mas, na verdade, nunca houve qualquer tipo de atitude em relação ao assunto, sendo algo “Só para inglês ver”.
...
* Arte inicial da postagem ®DOUG BLOG: “Mafalda” (1964) - Personagem do cartunista: “Quino” (17 de julho de 1932 - 30 de setembro de 2020).
...
* No ditado popular n° 148, aparece a arte ®DOUG BLOG: “Road Runner - Papa-Léguas” (1949), criações do animador cinematográfico e cartunista americano: “Chuck Jones” (21 de setembro de 1912 - 22 de fevereiro de 2002) - No ditado popular n° 158, aparece a arte ®DOUG BLOG: “Garfield” (1978) - Personagem do cartunista: “Jim Davis” (28 de julho de 1945).
...
¹ “Poggio Bracciolini”, foi uma figura importante no Renascimento italiano (11 de fevereiro de 1380 - 30 de outubro de 1459) - utilizou a festa do “Thanksgiving Day - Dia de Ação de Graças”, em sua obra: “Facetiae” (1470), mesmo sendo este um feriado celebrado sobretudo nos “Estados Unidos, no Canadá e nas ilhas do Caribe”, observado como um dia de gratidão a Deus, com orações e festas, pelos bons acontecimentos ocorridos durante o ano, onde são servidos nos almoços e jantares, carne de aves: peru, pato e faisão.
 



quarta-feira, 20 de outubro de 2021

“Ano Sabático”


   Desde o começo desta pandemia, estamos todos nesta luta incansável no combate ao vírus. Nós jornalistas e docentes, estamos nesta lista dos milhares de profissionais, que contribuem na tentativa de manter o público e alunos informados e atualizados, sobre tudo que se faz degenerar todos os dias, diante desta “tragédia contemporânea” ainda incompreensível. Vamos fazendo o possível e o impossível, para manter (mesmo que algumas vezes, ainda remotamente), as coisas em seus devidos lugares.
   Um dos sentidos que esta pandemia aguçou, foi minha sensibilidade, pois, muito se falou (no princípio da pandemia), em resiliência, em empatia, mas, pouco vi, principalmente desta faculdade de compreender emocionalmente os outros, ser praticada de verdade no dia a dia, até que chegamos no ponto caótico atual (com quase três anos da “COVID” entre nós e milhões de óbitos), tudo isso, sem o tão propagado “Novo Normal” surgir radiante no horizonte (mesmo com tantos braços já vacinados pelo Mundo), porém, muitas pessoas nem precisaram retornar à forma original, pois, continuam as mesmas... Olhando só para os próprios umbigos. 
  Sempre escutei dizer, quando passamos por situações extremas de vida (como neste caso da “COVID”), que precisamos nos afastar dos nossos afazeres diários, planejando até realizar uma longa viagem, tirando assim, “um ano sabático”.
   “Sabático” vem de sábado; sabatino (sétimo dia no calendário judaico).¹ Mas, o sétimo dia, é também o momento de descanso revelado nas “Santas Escrituras de Católicos e Protestantes”.

(Gênesis 2:2-3) - “E no sétimo dia, tendo Deus terminado a sua obra, ele descansou. Deus abençoou o sétimo dia e o declarou santo, pois nele descansou de toda a obra da criação”.

   Segundo as normas da bíblia judaica, o “ano sabático” ocorre de sete em sete anos (“Shemitá”), sendo metaforicamente, “seis anos de cultivo e um para o descanso e recuperação da terra”. Ou seja, é um ano de “recuperar as forças” do sistema financeiro judaico. 
   O “Gap Year” (“ano sabático”), é o período de tempo reservado para desacelerar e fazer aquilo que realmente deseja. É um período de “pausar os afazeres da vida”, seja no estudo ou no trabalho, podendo durar um ou vários meses.
   O “Sabatismo”, é o período de descanso, já as “Luas de Sangue”, que acontecem durante o “Rosh Hashaná” (ano novo judaico, em 25 de setembro - primeiro dia, do primeiro mês do calendário judaico), onde a “Torá” (do hebraico: תּוֹרָה), em seus cinco livros redigidos em torno do ano (450 a.C.), cita esta data como: “Yom ha-Zikkaron ou Yom Teruah”, sendo mais que um tempo de inação, é um momento de reflexão, um período de introspecção e meditação de dez dias, que finda no primeiro dia de “Yom Kipur”.
  Baseado no tradicional costume judaico, conhecido por “sabá” (“shabat” em hebraico), o “ano sabático” consiste em dias de amortecer as atividades diárias, em prol do descanso do corpo e principalmente da mente. Para os judeus, este é o sétimo dia da semana, correspondente ao sábado, do calendário regular gregoriano¹.
...
¹ O calendário judaico, é do tipo lunissolar, cujos meses são baseados nos ciclos da Lua, enquanto o ano é adaptado regularmente de acordo com o ciclo do Sol. Por isso, ele é composto alternadamente por anos de 12 ou 13 meses, sendo diferente do calendário gregoriano, que é um calendário promulgado pelo “Papa Gregório XIII” (7 de janeiro de 1502 – 10 de abril de 1585), no ano de (1582), contendo 12 meses, sendo: janeiro, março, maio, julho, agosto, outubro e dezembro, com 31 dias; abril, junho, setembro e novembro, com 30 dias; e fevereiro com 28 dias (sendo que, de 4 em 4 anos, acontece o ano bissexto, com 29 dias). Este método de contagem de tempo, veio substituir o “calendário juliano”, implantado pelo imperador romano: “Júlio César” (13 de julho de 100 a.C. – 15 de março de 44 a.C.), em (46 a.C.).



Garfield (1978) - Personagem do cartunista: Jim Davis (28 de julho de 1945).

“Toccata e Fuga”  
Composta entre: (1703/1707)
...
* “Toccata e Fuga” de: “Johann Sebastian Bach” (31 de março de 1685 - 28 de julho de 1750), em Ré Menor, composta entre: (1703 e 1707), nesta apresentação, em estilo Clássico/Rock'n Roll.  

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

“Cristo Redentor — Braços Abertos Sobre a História”

   Prestes a completar 90 anos, no próximo dia (12 de outubro de 2021)¹, muitos historiadores ainda afirmam, erroneamente, que a origem da estátua do “Cristo Redentor”, tenha sido idealizada por um padre francês, para simbolizar a fé cristã do povo brasileiro. 
   Porém, a realidade é outra, a ideia de construir uma grande estátua no alto de um morro carioca, foi sugerida realmente por um padre, mas, este era ítalo-americano. 
    O padre “Pedro Maria Boss” (20 de março de 1836 - 6 de setembro de 1916), um fervoroso membro lazarista, da ordem religiosa de “São Lázaro”, chegou ao “Rio de Janeiro” em (1859), ainda jovem, aos 23 anos, com muita bagagem, desejos e sonhos, um deles, seria homenagear a “princesa redentora - Isabel Cristina”, de quem sempre foi admirador. Porém, a primeira incumbência do padre “Pedro Maria”, foi assumir o posto de capelão do “Colégio da Imaculada Conceição, do bairro de Botafogo”.
    No ano de (1903), o padre “Pedro Maria Boss”, enfim, conseguiu começar a realizar seu desejo de homenagear a filha do “Imperador Dom Pedro II e de sua esposa, a imperatriz Teresa Cristina”², sugerindo a colocação de um monumento de pedra no “Morro do Corcovado”, para eternizar a imagem da “Princesa e regente do Brasil - Isabel”², pois, a princesa, sempre foi atuante nos direitos igualitários entre brancos e negros, tanto é, que acabaria sendo ela quem assinaria a “Abolição da Escravatura - Lei Áurea”, em (13 de maio de 1888), que pôs fim à escravidão no “Brasil”. Assim, o padre achou justo, sugerir uma estatua da “princesa redentora”, no quê, “Isabel” se opôs, dizendo que então fosse levantado um monumento com a imagem do filho de Deus, de braços estendidos, porém, livre... Sem o peso da cruz.
   O “Cristo Redentor”, é uma estátua em estilo “art déco”, medindo 38 metros, pesando 1.145 toneladas, estando localizada no topo do “Morro do Corcovado”, a 709 metros acima do nível do mar, dentro do “Parque Nacional da Tijuca”, com vista para a maior parte da “Cidade Maravilhosa”. 
    O “Redentor de braços abertos sobre a antiga Guanabara”, foi projetado pelo engenheiro “Heitor da Silva Costa” (25 de julho de 1873 - 21 de abril de 1947); desenhado pelo artista plástico “Carlos Oswald” (18 de outubro de 1882 - 16 de maio de 1971) e arquitetado por “Paul Landowski Maximilien” (1° de junho de 1875 - 31 de março de 1961), este sim, francês.
    O monumento foi construído quase todo em solo brasileiro, exceto a cabeça e as mãos, que foram moldadas em “Paris - França”, por “Paul Landowski”. O corpo foi esculpido em pedra-sabão, cortada em milhares de triângulos, quais foram colados à mão (em estilo mosaico), sobre tecido, depois, sendo aplicados na estátua por pastilheiros franceses, no período da construção, nos anos (1930). A inauguração do “Cristo Redentor”, aconteceu no dia (12 de outubro de 1931). 
    Ocorreu um fato muito significativo no “Corcovado”, ali, aos “pés do Cristo”, quando o “Papa João Paulo II”, esteve no “Brasil”¹ e em sua celebração, chorou emocionado ao dizer: 

“‘Christus Redemptor Hominis’. O homem é o caminho da Igreja 
e Cristo filho de Deus, é o redentor do homem!”
*(‘Cristo Redentor dos Homens’)

   O “Cristo Redentor” foi eleito uma das “Sete Maravilhas do Mundo Moderno”, segundo a “ONG - Organização Não Governamental, suíça: New Open World Corporation”, que entre os anos (2000 e 2007), fez uma eleição mundial (em caráter informal), através de votos via internet e ligações telefônicas gratuitas, para eleger sete novas maravilhas históricas e contemporâneas.
...
¹ Em (12 de outubro), é comemorado o “Dia de Nossa Senhora Aparecida - Padroeira do Brasil”. A data é considerada feriado nacional, desde (1980), quando, “Karol Józef Wojtyla - Papa João Paulo II” (18 de maio de 1920 - 2 de abril de 2005), esteve no “Brasil”. O decreto lei 6.802, diz ainda, que nesta data é comemorado também o “Dia das Crianças”.
...
² “Princesa e regente do Brasil - Isabel Cristina Leopoldina Augusta Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Bourbon-Duas Sicílias e Bragança” (29 de julho de 1846 - 14 de novembro de 1921), filha do “Imperador Dom Pedro II - Pedro de Alcântara João Carlos Leopoldo Salvador Bibiano Francisco Xavier de Paula Leocádio Miguel Gabriel Rafael Gonzaga de Bragança e Bourbon” (14 de março de 1822 - 28 de dezembro de 1889) e sua esposa, a “imperatriz Teresa Cristina de Bourbon-Duas Sicílias” (14 de março de 1822 - 28 de dezembro de 1889).





“Samba do Avião - Tom Jobim” 
Ao Vivo em Montreal - Canadá (1986)

♫Eparrê, Aroeira beira de mar
Canoa... 
Salve Deus e Tiago e Humaitá
‘Eta, costão de pedra dos homi brabo’ do mar
Eh, Xangô, vê se me ajuda a chegar.

Minha alma canta
Vejo o Rio de Janeiro
Estou morrendo de saudades
Rio, teu, mar parece sem fim
(Copacabana)
Rio, você foi feito pra mim
Cristo Redentor
Braços abertos sobre a Guanabara
Este samba é só porque
Rio, eu gosto de você
A morena vai sambar
Seu corpo todo balançar
Rio de sol, de céu, de mar
Dentro de mais um minuto estaremos no Galeão
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...
(Copacabana)
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...

Rio, teu, mar praia sem fim
Rio, você foi feito pra mim
Cristo Redentor
Braços abertos sobre a Guanabara
Este samba é só porque
Rio, eu gosto de você
A morena vai sambar
Seu corpo todo balançar
Rio de sol, de céu, de mar
Água brilhando, olha a pista chegando
E vamos nós
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...
Pousar.
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro...
Táxi, Táxi...♫ 
...
* “Samba do Avião” (1962), composição de: “Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim - Tom Jobim” (25 de janeiro de 1927 - 8 de dezembro de 1994) — Participação especial de: “Dorival Tostes Caymmi - Dori Caymmi” (26 de agosto de 1943) e do grupo vocal: “Quarteto em Cy”, formado em (1964), pelas irmãs: “Cylene Ribeiro de Sá Leite” (29 de maio de 1932); “Cyva Ribeiro de Sá Leite” (18 de março de 1938); “Cybele Ribeiro de Sá Leite” (3 de maio de 1940 - 21/8/2014) e “Cynara Ribeiro de Sá Leite” (7 de janeiro de 1945).

sábado, 2 de outubro de 2021

“Elementar Meu Caro Doug!”



   De onde surgiu este vírus nefasto? Quando esta pandemia irá acabar? As vacinas são mesmo eficazes e teremos de tomar novas doses anualmente? Existirá um “Novo Normal” no Mundo, onde poderemos viver sem máscaras? - estas perguntas, só mesmo o “detetive dos detetives, Sherlock Holmes”, poderá responder sem titubear.
   A popularidade e fama de “Holmes”, são tão grandiosas, que foi dado a ele, pela “Rainha Elizabeth II” (21 de abril de 1926), o título de “Sir”¹. Por este motivo, muitos acreditam que “Sir. Sherlock Holmes”, não é um personagem fictício, mas sim, que teria sido mais um honrado cidadão britânico, que marcou seu nome na história. Tanto é assim, que um dos endereços mais famosos de “Londres: 221-B Baker Street” (fictício nas histórias), hoje existe e abriga um museu com o nome do personagem. 
    A carreira deste ilustre “cidadão da ficção”, que em muito contribuiu (e ainda contribui), para a qualidade da literatura britânica, teve sua origem, nas mãos do médico e escritor: “Sir. Arthur Conan Doyle” (22 de maio de 1859 - 7 de julho de 1930), com narrativas recheadas de “maneirismos”, pois, o detetive “Holmes”, mesmo tendo sido criado por um médico, mantém alguns vícios, entre eles, fumar um “cachimbo Peterson”. O detetive é também vaidoso em seu estilo, trajando sempre uma capa xadrez por cima do elegante terno, combinando com sua boina “Deerstalker Cap” (modelo de seu típico chapéu). 
   O investigador vive (na literatura), no final do século XIX e início do século XX. Sua primeira aparição foi na revista: “Beeton's Christmas Annual”, na história: “Um Estudo em Vermelho”. Em (fevereiro de 1891), o romance: “O Sinal dos Quatro”, foi publicado em outra revista: Lippincott’s Magazine”. Em (junho de 1891), “Sherlock Holmes” é lançado na revista: “Strand Magazine”, com o conto: “Um Escândalo na Boêmia”. Esta obra obteve tanto sucesso, que garantiu a “Holmes” um longo tempo de publicações nesta editora. Surgiram até (1927), textos adicionais, totalizando 4 romances e 56 contos, com quase todas as suas histórias narradas nas eras “vitorianas e eduardianas”², entre (1880 e 1910). 
   As investigações do detetive, se passam entre vários cartões-postais de “Londres”, onde o detetive “faz um tour pelas ruas: “Fleet Street, Oxford Street, Strand, Pall Mall e Tottenham Court Road”.
   “Sherlock Holmes” não é o primeiro investigador dos romances policiais, contudo, é famoso por utilizar na resolução dos seus mistérios, o método científico e a lógica dedutiva. Sua habilidade para desvendar crimes aparentemente insolúveis, inspiraram até mesmo os experientes agentes da famosa polícia britânica “Scotland Yard”. Assim, a alcunha de “Holmes”, foi transformada em sinônimo de detetive investigativo de excelência, sendo indiscutivelmente o mais notório de todos, estando listado até no “Guinness World Records”³, sendo o personagem de ficção policial, mais retratado da história.  
   Considerado um ícone da cultura britânica, “Sherlock Holmes” e suas histórias investigativas, sempre tiveram um efeito profundo e duradouro sobre a escrita de mistério da cultura popular, principalmente no “Reino Unido” (habitat natural do detetive). 
   Seus contos originais oriundos dos livros, foram adaptados para palcos e peças de rádio, televisão, filmes, jogos de tabuleiro, videogames e algumas outras mídias digitais mais recentes, mas, tudo tendo início há mais de um século, sendo relatado por diferentes autores e fãs do detetive.  
    O personagem tornou-se tão famoso, que chegou a obscurecer seu criador, pois, raramente ouve-se falar em “Holmes” como o personagem criado por “Conan Doyle”, mas sim, de “Doyle” sendo o homem que criou o detetive “Sherlock Holmes”, uma prova certeira, de que muitas vezes, “a arte imita a vida” e não vice-versa, como dizia: “Oscar Wilde”⁴ (escritor irlandês, que foi citado algumas vezes por “Sherlock”, em suas tramas). 
   “Sherlock Holmes” aparece sempre ao lado de seu fiel biógrafo, companheiro e amigo, “Dr. John Hamish Watson”, com quem divide suas investigações, dizendo quando soluciona cada um de seus casos: 

“Elementary, my dear Watson!” 
(“Elementar meu caro Watson!”)
...
¹ “Sir” (Senhor, em inglês), é o tratamento destinado aos “Cavaleiros da Ordem do Império Britânico”, que servem à nobreza.
...
² Na história do “Reino Unido”, a “Era Vitoriana”, foi o período do reinado da “Rainha Alexandrina Victoria” (24 de maio de 1819 – 22 de janeiro de 1901) - reinado que durou de (junho de 1837), até sua morte em (janeiro de 1901). Este período, finda no período “Eduardiano - Rei Eduardo VII” (9 de novembro de 1841 - 6 de maio de 1910) - que sucedeu sua mãe (marcando o fim desta era). O reinado de  “Eduardo VII”, durou de  (1901 a 1910), e a sua segunda metade coincide com o começo da “Belle Époque na Europa”, que consiste no ato da reforma cultural europeia de (1832), como a marca do verdadeiro início de uma nova geração de civilidade e conhecimento.
...
³ O “Guinness World Records” é uma edição publicada anualmente, idealizada por: “Sir. Hugh Eyre Campbell Beaver” (4 de maio de 1890 - 16 de janeiro de 1967), em (1955), qual contém coleções de recordes e superlativos reconhecidos internacionalmente, tanto em termos de performances humanas como de extremos da natureza.
...
 “A vida imita a arte muito mais do que a arte imita a vida!” - “Oscar Fingal O'Flahertie Wills Wilde” (16 de outubro de 1854 - 30 de novembro de 1900).




®DOUG BLOG — 👻 Gasparzinho

®DOUG BLOG — 👻 Gasparzinho
Os comentários realizados anônimo e/ou desconhecido, não serão publicados no ® DOUG BLOG. Agradeço sua visita, mas, da próxima vez que comentar, identifique-se, porque até o “Gasparzinho, (o fantasminha camarada”), tem um nome. Abraços...

® DOUG BLOG — [Direitos Autorais — © Copyright]

® DOUG BLOG — [Direitos Autorais — © Copyright]
© Copyright — O ® DOUG BLOG É CRIPTOGRAFADO — PROTEGIDO CONTRA PLÁGIOS, CONFORME A LEI DE DIREITOS AUTORAIS — N° 9.610/98 — ARTIGO 184 DO CÓDIGO PENAL BRASILEIRO — OS TEXTOS / FRASES AQUI PUBLICADOS (CITANDO O NOME: Jornalista Douglas Melo — e/ou NOME FANTASIA: Doug), TEM [® REGISTRO] NA FUNDAÇÃO BIBLIOTECA NACIONAL — Av. Rio Branco, n° 219 — Centro — Rio de Janeiro (RJ) — CEP: 20.040-008. _____®DOUG BLOG_____ A Lei determina que a reprodução integral ou parcial de um texto e/ou arte (GIFs - Graphics Interchange Format), publicados no ® DOUG BLOG não é permitida, por ser de propriedade do autor os direitos autorais e caberá ao mesmo, qualquer liberação dos direitos de utilização (por escrito e registrado em cartório). Qualquer inserção de obras protegidas por direitos autorais na Internet (reprodução e transmissão), não autorizadas, constituirão em plágio, cabendo medidas legais. _____®DOUG BLOG_____ Fica a Dica: Seja criativo e evite ter problemas de jurisprudência. — ⚖️ Advogado responsável ® DOUG BLOG — Dr. Saulo F. Fonseca (OAB: 136 086).

🐠 Aviso aos Navegantes — Deixe o Seu Comentário nas Postagens ® DOUG BLOG 🐠

🐠 Aviso aos Navegantes — Deixe o Seu Comentário nas Postagens  ® DOUG BLOG 🐠

👇 AQUI — POSTAGENS EM DESTAQUE — ®DOUG BLOG

“Amigos de Fé e de Blog!”

     O “Vinte Vinte” está quase no fim... Mas, que ano é esse, meus amigos e amigas do ®DOUG BLOG? - parece que vivemos num “hiato sem fim”....

Postagens em Destaque ® DOUG BLOG — DEZEMBRO/2021

Mensagens — ® DOUG BLOG

Mensagens — ® DOUG BLOG

ABI 📰 Jornalismo — ® DOUG BLOG

ABI 📰 Jornalismo — ® DOUG BLOG
ABI — Associação Brasileira de Imprensa (Fundação: 7 de abril de 1908). — “ABI — Sempre no lado certo na História do Brasil!”

® DOUG BLOG — Smileys ㋡

® DOUG BLOG — Smileys ㋡

® DOUG BLOG — Emoticons ㋡ Sem Medo de Ser Feliz!

® DOUG BLOG — Emoticons ㋡ Sem Medo de Ser Feliz!
Smileys, também denominados de: Emojis ou Emoticons, são formas de comunicação paralinguística ㋡ Palavra derivada da junção dos termos em inglês: emotion / emoção + icon / ícone.

® DOUG BLOG — Minha “Caixa de Pandora”, onde tudo escapa... Menos a esperança!

® DOUG BLOG — Minha “Caixa de Pandora”, onde tudo escapa... Menos a esperança!
A “Caixa de Pandora” é um artefato da mitologia grega, tirada da criação de “Pandora”, que foi a primeira mulher concebida por “Zeus”, cujo seu único defeito, era sua curiosidade. A “Caixa” na realidade, é uma grande arca, dada de presente a “Pandora”, qual continha todos os sentimentos que afligem a humanidade. “Pandora” ao abrir a tampa da arca, deixou escapar tudo (amores e males), existentes no Mundo, menos a esperança.

🍁 AVANTE! AVANTE! ® DOUG BLOG

🍁 AVANTE! AVANTE! ® DOUG BLOG
“Dom Quixote de La Mancha” (do original: “Don Quijote de La Mancha”), é um livro escrito pelo espanhol: “Miguel de Cervantes Saavedra” (29 de setembro de 1547 - 22 de abril de 1616). O título e ortografia originais eram: “El Ingenioso Hidalgo Don Quixote de La Mancha”, com sua primeira edição publicada em “Madrid - Espanha”, no ano de (1605). É composto por 126 capítulos, divididos em duas partes: a primeira surgida em (1605) e a outra em (1615). A “Coroa Espanhola” patrocinou uma edição revisada em quatro volumes, que ficou a cargo de: “Joaquín Ibarra y Marín” (20 de julho de 1725 - 13 de novembro de 1785) , iniciada em (1777), concluída em (1780). “Dom Quixote de La Mancha”, está sempre na companhia de seu fiel escudeiro: “Sancho Pança” (em castelhano: “Sancho Panza”).

® DOUG BLOG — 🕗 O Tempo Não Para!

® DOUG BLOG — 🕗 O Tempo Não Para!

® DOUG BLOG — Livros 📚

® DOUG BLOG — Livros 📚
📚 “Não existem livros morais ou imorais. Os livros são bem ou mal escritos!” 📚 “Oscar Wilde” (16 de outubro de 1854 - 30 de novembro de 1900) 📚

® DOUG BLOG — I ♡ Books! 📚

® DOUG BLOG — I ♡ Books! 📚
Os livros, da maneira como conhecemos hoje, surgiu no Século XV, quando “Johannes Gensfleisch zur Laden zum Gutenberg” (23 de junho de 1398 - 3 de fevereiro de 1468), inventou a prensa de tipos móveis. Essa invenção revolucionou a história do livro, que começou a ser produzido em grande escala, barateando os exemplares, fazendo com que os livros ficassem acessíveis para mais pessoas ao redor do Mundo.

® DOUG BLOG — Ler Te Faz Erigir! 📚

® DOUG BLOG — Ler Te Faz Erigir! 📚
“Livros! Livros! Aqui está uma palavra mágica que equivale a dizer: «amor, amor», e que deveriam pedir os povos como pedem pão ou como desejam a chuva para suas colheitas!” — “Frederico Garcia Lorca” (5 de junho de 1898 - 18 de agosto de 1936).

® DOUG BLOG — Mirando na Educação! 📚

® DOUG BLOG — Mirando na Educação! 📚
Sou a favor do porte de livros... Pois, a melhor arma para salvar uma pessoa, é a educação! 📚 “Ninguém se torna um bom escritor, sem ter sido um bom leitor!” 📚 Por um Brasil Sem Armas.

® DOUG BLOG — ⌨ Mais Que Uma Rede Social!

® DOUG BLOG — ⌨ Mais Que Uma Rede Social!

® DOUG BLOG — 🎨 Pop Art

® DOUG BLOG — 🎨 Pop Art
“Pop Art”, é um movimento artístico que se caracteriza pela reprodução de temas relacionados ao consumo, publicidade e estilo de vida americano (“american way of life”). Esse termo em inglês significa: “arte popular” e surgiu durante a década de (1950), na Inglaterra.

® DOUG BLOG — 🎨 Cubismo

® DOUG BLOG — 🎨 Cubismo
O cubismo é um movimento artístico (das artes plásticas), que surgiu no século XX, tendo como principais fundadores os pintores espanhóis: “Pablo Ruiz Picasso” (25 de outubro de 1881 - 8 de abril de 1973) e “Salvador Dalí i Domènech” (11 de maio de 1904 - 23 de janeiro de 1989) e do pintor franceses: “Georges Braque” (13 de maio de 1882 - 31 de agosto de 1963). O pintor brasileiro que segue este estilo, é “Romero Britto” (6 de outubro de 1963).

®DOUG BLOG — 🐾 Garfield and Jon Arbuckle 🐾

®DOUG BLOG — 🐾 Garfield and Jon Arbuckle 🐾
“Garfield”, um mal-humorado, comilão (devorador de lasanhas), preguiçoso, que odeia aranhas e segundas-feiras, é uma versão gorducha do gato persa. O personagem protagonista das histórias do cartunista: “Jim Davis” (28 de julho de 1945), foi publicada pela primeira vez em: (19 de junho de 1978). Hoje (2021), com mais de 4 décadas de vida, “Garfield” (mesmo sem novas publicações), ainda faz muito sucesso no Mundo todo. O gato alaranjado de listras pretas, foi pensada sendo uma sátira aos donos de animais domésticos e a relação com seus bichanos, retratando “Garfield”, indo “na contramão dos fatos”, sendo ele o verdadeiro dono da casa.

🐾 Garfield e Odie 🐾

🐾 Garfield e Odie 🐾

👑 KEEP CALM and ® DOUG BLOG

👑 KEEP CALM and ® DOUG BLOG

🐾 Garfield 🐾

🐾 Garfield 🐾

® DOUG BLOG — 🐢 Mafalda 🌏

® DOUG BLOG — 🐢 Mafalda 🌏
“Mafalda”, foi uma tira de humor, escrita e desenhada pelo cartunista argentino: “Joaquín Salvador Lavado Tejón”, mais conhecido como: “Quino” (17 de julho de 1932 - 30 de setembro de 2020). Suas histórias apresentam uma menina preocupada com a humanidade e a paz, rebelde com o estado atual do Mundo. As tirinhas foram editadas em jornais, revistas e livros de: (1964 até 1973), com um altíssimo apelo popular, principalmente na “América Latina” e “Europa”. Outros personagens (além da “Mafalda”) — “Papá” (“Pelicarpo” - pai da “Mafalda”); “Mamã” (“Raquel” - mãe da “Mafalda” ); “Guille” (“Gui” - irmão caçula da “Mafalda”); “Burocracia” (tartaruga de estimação da “Mafalda”) e os amigos: “Susanita”; “Manolito”; “Filipe”; “Miguelito” e “Libertad” — Última tirinha editada: (25 de julho de 1973).

® DOUG BLOG — 🗽 MAD

® DOUG BLOG  — 🗽 MAD
“Mad” foi uma revista norte-americana de humor satírico, fundada pelo empresário: “William M. Gaines” (1° de março de 1922 - 3 de junho de 1992) e pelo editor: “Harvey Kurtzman” (3 de outubro de 1924 - 21 de fevereiro de 1993), em (1952). A revista satirizava todos os aspectos da cultura popular americana, trazendo sempre na capa, seu personagem protagonista, o garoto banguela: “Alfred E. Neuman”, cuja figura irreverente e sarcástica, também aparecia em muitas histórias. A última edição da revista “Mad” americana, foi em (abril de 2018). No “Brasil”, o auge do sucesso da revista “Mad”, aconteceu nos anos (1980).

® DOUG BLOG — 🐭 Disneylândia

® DOUG BLOG — 🐭 Disneylândia
Alguns amigos meus, dizem que o ®DOUG BLOG é a “Disneyland da Web”, pela qualidade e quantidade de animações existentes aqui. Eu recebo isso como elogio, pois, adoro o “Disneyland Park”, originalmente denominado de “Disneyland”, por seus criadores, os irmãos: “Walter Elias Disney” (5 de dezembro de 1901 - 15 de dezembro de 1966) e “Roy Oliver Disney” (24 de junho de 1893 - 20 de dezembro de 1971), que fundaram em (17 de julho de 1955), este “Universo mágico de Mickey Mouse” e seus amigos, o primeiro de dois parques de diversão, construídos no “Disneyland Resort, n°. 92802 - Anaheim - Grande Los Angeles - Califórnia - EUA”.

® DOUG BLOG — Dias Difíceis Também Chegam ao Fim! 💣

® DOUG BLOG — Dias Difíceis Também Chegam ao Fim! 💣
TÁ OSSO COM SAL GROSSO! — “Scooby-Dooby-Doo”.

® DOUG BLOG — Um Estouro de Blog! 💣

® DOUG BLOG — Um Estouro de Blog! 💣

웃웃웃 GALERA ® DOUG BLOG 웃웃웃

웃웃웃 GALERA ® DOUG BLOG  웃웃웃

~~~~°~~~⛵ Obrigado Por Navegar Comigo no ® DOUG BLOG~~~~°~~~

~~~~°~~~⛵ Obrigado Por Navegar Comigo no ® DOUG BLOG~~~~°~~~
“Não é água com açúcar que me acalma... E sim, a água salgada do mar!”

☔ Previsão do Tempo — ® DOUG BLOG

☔ Previsão do Tempo — ® DOUG BLOG
Tempo Com Pancadas de Chuva de Cultura e Possíveis Trovoadas de Risos no Decorrer das Postagens!

® DOUG BLOG — INTENS㋡!

® DOUG BLOG — INTENS㋡!
☕ Quem Gosta de Água Morna é Chá!

® DOUG BLOG — Sou Pisciano 🐟 “Eu Sou o Peixe Que Comeu o Gato!”

® DOUG BLOG — Sou Pisciano 🐟 “Eu Sou o Peixe Que Comeu o Gato!”
🐟 PEIXES: de 19 de Fevereiro a 20 de Março.

® DOUG BLOG — 🏄 Eu Sou o Menino do Rio ♪

® DOUG BLOG — 🏄 Eu Sou o Menino do Rio ♪
♪Menino do Rio♪ (1979) — Compositor: “Caetano Emanuel Viana Teles Veloso” (7 de agosto de 1942). _____®DOUG BLOG_____ ♫ Menino do Rio ♪ Calor que provoca arrepio ♪ Dragão tatuado no braço ♪ Calção corpo aberto no espaço ♪ Coração, de eterno flerte ♪ Adoro ver-te... ♪ Menino vadio ♪ Tensão flutuante do Rio ♪ Eu canto pra Deus proteger-te... ♪ O Havaí seja aqui ♪ Tudo o que sonhares ♪ Todos os lugares ♪ As ondas dos mares ♪ Pois quando eu te vejo ♪ Eu desejo o teu desejo... ♪ Menino do Rio ♪ Calor que provoca arrepio ♪ Toma esta canção ♪ Como um beijo. ♫

® DOUG BLOG — 🎭 PORTELA — 22 Vezes Campeã do Carnaval do Rio de Janeiro!

® DOUG BLOG — 🎭 PORTELA — 22 Vezes Campeã do Carnaval do Rio de Janeiro!
Ano dos Títulos: (1935 — 1939 — 1941 — 1942 — 1943 — 1944 — 1945 — 1946 — 1947 — 1951 — 1953 — 1957 — 1958 — 1959 — 1960 — 1962 — 1964 — 1966 — 1970 — 1980 — 1984 e 2017).

® DOUG BLOG — 웃 Manequinho ☆

® DOUG BLOG —  웃 Manequinho ☆
“Manequinho”, é o nome da estátua que está situada em frente à sede do “Botafogo de Futebol e Regatas”, no bairro homônimo do clube, no “Rio de Janeiro”. A escultura representa um menino urinando e foi inspirada no “Manneken Pis” (“garoto a urinar”), que enfeita uma esquina da cidade de “Bruxelas, na Bélgica”. Em (2002), a estátua foi tombada como patrimônio histórico, pela prefeitura do “Rio de Janeiro”. Medindo 1 metro de altura, a estátua foi esculpida, originalmente, em (1908), pelo pintor, desenhista, escultor e caricaturista brasileiro: “Belmiro de Almeida” (22 de maio de 1858 - 12 de junho de 1935) e esteve instalada na “Praça Floriano, no Rio de Janeiro”, até (1927), quando foi transferida para a “Praia de Botafogo, próximo à sede do Mourisco, por ter sido considerada uma afronta aos bons costumes. A imagem passou a ser relacionada ao time alvinegro, no “Campeonato Carioca de Futebol” de (1957), quando um torcedor vestiu a estátua com a camisa do “Botafogo”. A partir daí, os torcedores passaram a considerá-la um dos mascotes do clube e, toda vez que o “Botafogo” é campeão, a estátua é vestida novamente com a tradicional camisa alvinegra da estrela solitária. No ano de (1990), após o bicampeonato do “Botafogo”, a estátua foi furtada e destruída. Uma nova estátua foi então executada pela fundição de: “Amadeu Zani” (19 de setembro de 1869 - 16 de dezembro de 1944), utilizando o molde original de “Belmiro”, sendo instalada em (1993). Em (1994), o “Manequinho” foi transferido para sua localização atual: a “Praça em frente ao palacete de General Severiano”, que havia sido retomado pelo “Botafogo” naquele ano.

® DOUG BLOG — 🌏 Somos 8 bilhões Girando Com o Mundo!

® DOUG BLOG — 🌏 Somos 8 bilhões Girando Com o Mundo!
Em termos demográficos, a população global mundial no planeta Terra, é estimada em 8 bilhões, em (2020). A “ONU - Organização das Nações Unidas”, estimam que a população humana chegará até: 11,2 bilhões nos próximos 80 anos. — A distribuição populacional de acordo com cada continente é: Ásia: 4,427 bilhões de habitantes 🌏 África: 1,111 bilhão de habitantes 🌏 Américas: 953,7 milhões de habitantes 🌏 Europa: 742,5 milhões de habitantes 🌏 Oceania: 40 milhões de habitantes.

® DOUG BLOG — 🙏 Salve Jorge!

® DOUG BLOG — 🙏 Salve Jorge!
Jorge da Capadócia — em grego: Άγιος Γεώργιος / Ágios Geṓrgios — em latim: Georgius — (Dia de São Jorge Guerreiro - 23 de Abril).

® DOUG BLOG — OREMOS! 🙏

® DOUG BLOG — OREMOS! 🙏

® DOUG BLOG — ⚽ Seleção Brasileira de Futebol ⚽

® DOUG BLOG — ⚽ Seleção Brasileira de Futebol ⚽
⚽ 1958 🏆 Campeão na Suécia ⚽ 1962 🏆🏆 Bicampeão no Chile ⚽ 1970 🏆🏆🏆 Tricampeão no México ⚽ 1994 🏆🏆🏆🏆 Tetracampeão nos EUA ⚽ 2002 🏆🏆🏆🏆🏆 Pentacampeão no Japão / Coreia do Sul.

® DOUG BLOG — ♫ Legião Urbana ♫

® DOUG BLOG — ♫ Legião Urbana ♫
“Legião Urbana”, foi uma banda de rock brasileira, fundada em “Brasília - Distrito Federal”, que atuou (de: 1982 até: 1996). A formação mais conhecida da banda contou com: “Renato Manfredini Júnior - Renato Russo” (27 de março de 1960 - 11 de outubro de 1996), “Marcelo Augusto Bonfá” (30 de janeiro de 1965) e “Eduardo Dutra Villa-Lobos - Dado Villa-Lobos” (29 de junho de 1965).

® DOUG BLOG — “Os Três Macacos Sábios” 🙉🙈🙊 + 👽

® DOUG BLOG — “Os Três Macacos Sábios” 🙉🙈🙊 + 👽
“Os Três Macacos Sábios”, estão situados na porta do: “Estábulo Sagrado” (um templo do século XVII), localizado no “Santuário Toshogu”, na cidade de: “Nikkō - Japão”. Sua origem é baseada em um provérbio japonês da sabedoria suprema. Seus nomes são: 🙉 "Mizaru" — 🙈 "Iwazaru" — 🙊 "Kikazaru", que traduzindo seria: 🙉 "Não ouça o mal" — 🙈 "Não veja o mal" — 🙊 "Não fale o mal".

® DOUG BLOG — 👋 Libras 👋

® DOUG BLOG — 👋 Libras 👋
“Libras”, é a língua brasileira de sinais manuais, usada por surdos e com quem se comunica com eles. É legalmente reconhecida como meio de comunicação e expressão. A linguagem por sinais, foi criada em (1856), pelo professor de surdos e conde francês: “Hernest Huet” (5 de maio de 1858 - 5 de fevereiro de 1917), que era surdo. “Huet” veio ao “Brasil”, atendendo ao pedido do “Imperador - D.Pedro II” (2 de dezembro de 1825 - 5 de dezembro de 1891), para que difundisse sua experiência com a linguagem de sinais, ensinada na “França”.

®DOUG BLOG — Outubro ROSA ♀ / Novembro AZUL ♂

®DOUG BLOG — Outubro ROSA ♀ / Novembro AZUL ♂

® DOUG BLOG — ☠ Diga NÃO às Drogas!

® DOUG BLOG — ☠ Diga NÃO às Drogas!
De acordo com o “Instituto Nacional de Câncer” (Inca), 428 pessoas morrem por dia no Brasil por causa do tabagismo. Ao todo, 156.216 mortes poderiam ser evitadas todos os anos, caso o uso do tabaco fosse eliminado.

®DOUG BLOG — ⚙ Rotary Club International

®DOUG BLOG — ⚙ Rotary Club International

® DOUG BLOG — 🐰 Recado da Mônica...

® DOUG BLOG — 🐰 Recado da Mônica...
“Mônica” é uma personagem criada pelo cartunista “Mauricio Araújo de Sousa” (27 de outubro de 1935), em: (3 de março de 1963), inspirada em uma de suas 6 filhas mulheres (dos 10 filhos do “Pai da Turma da Mônica”) — “Mônica Spada e Sousa” (28 de setembro de 1960). Seu coelhinho azul de pelúcia, se chama “Sansão”.

® DOUG BLOG — “Habemus Papam!” ✞

® DOUG BLOG — “Habemus Papam!” ✞
“Habemus Papam”, é o texto lido pelo Cardeal Protodiácono e Decano, qual anuncia a eleição de um novo Papa, após a fumaça branca ser emitida pela chaminé da “Capela Sistina”, anunciando ao povo Católico que um novo pontífice foi eleito e que o escolhido aceitou a eleição. O anúncio é feito da varanda central da “Basílica de São Pedro no Vaticano - Roma - Itália”. O argentino “Jorge Mario Bergoglio” (17 de dezembro de 1936), é o 266º Papa da Igreja Católica (nome do Pontífice: “Francisco”), atual “Chefe de Estado da Cidade do Vaticano”.